Passeios

  • Tower of London: muito legal, e grande. Reserve algumas horas se quiser visitar com calma a Torre. E prepare o bolso: pagamos £16.50 cada um para entrar!
  • A National Art Gallery possui um acervo fantástico, com entrada gratuita!
  • Palácio de Buckingham: fica aberto ao público no verão, de 29/jul a 29/set, segundo os folders que pegamos lá. Na época, havia 3 tipos de ingressos:
     
    » Royal Mews: acesso às cavalariças. Aqui pode-se ver as cocheiras e abrigos do século XIX, além dos cavalos e veículos que são usados pela família real nos eventos oficiais.
    » The Queen’s Gallery: acesso à Queen’s Collection, uma das mais valiosas coleções de pintura do mundo.
    » State Rooms: acesso às Salas de Estado dentro do palácio, onde pudemos ver o salão principal decorado para um banquete de estado.
     
    O ingresso vem com hora marcada. Compramos o nosso pouco antes do almoço, o que nos permitiu sair dali e almoçar tranquilamente no St. James Park, enquanto aguardávamos a hora.
      
  • Se quiser conhecer todas as atrações de Greenwich, reserve um dia inteiro para isso. Além do Royal Observatory, que abriga o marco zero da hora mundial, há o National Maritime Museum, o Salão Pintado, a Queen’s House, entre outros. Considere também que o passeio de barco é muito agradável, porém o de metrô é mais rápido.


Dinheiro


Telefone


Metrô

  • Londres é uma cidade bem servida por 13 linhas de metrô, com diversas conexões entre elas. Isso significa que você vai andar bastante a pé. No nosso caso fizemos diversas viagens de metrô com baldeações. Isto incluiu inúmeras longas caminhadas por túneis subterrâneos repletos de escadas que não são rolantes. Portanto, prepare-se para andar!
  • O jeito mais prático para viajar de metrô em Londres é usando o Oyster card. É um cartão pré-pago, individual, adquirido nas bilheterias do metrô.


Rede elétrica

  • A rede elétrica em Londres opera com tensão de 240 Volts alternada, e frequência de 50 Hz, diferente do Brasil. Se o seu equipamento atende a estas duas especificações, poderá usá-lo em Londres, e para isso será preciso apenas de um adaptador para tomadas.


Fuso Horário

  • A hora oficial de Londres está 3 horas à frente em relação à de Brasília. Assim, se em Brasília são 13h00, em Londres são 16h00. No horário de verão brasileiro, que vai aproximadamente de outubro a fevereiro, a diferença cai para 2 horas. No horário de verão inglês, que vai aproximadamente de maio a outubro, a diferença aumenta para 4 horas.


Temperatura local


Alfândega, Imigração, Documentos

  • O site da Missão Diplomática Britânica no Brasil tem diversas informações importantes para quem quer viajar para o Reino Unido: http://ukinbrazil.fco.gov.uk/pt/


Saindo e chegando a Londres

  • Tempo de vôo aproximado SP-Londres: 11 horas.
  • Aeroportos: Londres é servida por 5 aeroportos, sendo 2 deles principais: Heathrow e Gatwick.
     
    » Heathrow (http://www.heathrowairport.com/), 23 km a oeste do centro, possui conexão de trem e metrô com a cidade.
    » Gatwick (http://www.gatwickairport.com/), 45 km ao sul, possui conexão de trem e ônibus.
    » Stansted (http://www.stanstedairport.com/), 55 km a nordeste, conexão de trem e ônibus.
    » Luton (http://www.london-luton.co.uk), 51 km ao norte, conexão de trem e ônibus.
    » London City (http://www.londoncityairport.com), a 10 km a leste da cidade, possui conexão de trem e metrô.
      
  • Eurotunnel: serviço para motoristas, onde embarcamos com o carro no trem que passa sob o Canal da Mancha. Liga as cidades de Calais, na França, e Folkestone, Inglaterra. A travessia demora cerca de 35 minutos.
  • Eurostar: serviço para passageiros no trem de alta velocidade (TGV). Liga a estação Gare du Nord, no centro de Paris, à estação St-Pancras, no centro de Londres. O percurso leva cerca de 2h e 15 min. Mais informações: http://www.eurostar.com


Lojas de Departamentos

Destaque para: